Descubra os melhores artigos acerca do lifestyle Zmar
HomeFood ExperienceSegredos do ChefCoentros | Açordas com aroma a Alentejo
 

Coentros | Açordas com aroma a Alentejo

Isto é cá uma açorda!

Não existe prato mais alentejano do que as nossas açordas! Num mês em que destacamos os aromas, sabores e benefícios das nossas ervas aromáticas, faz todo o sentido trazer duas receitas de açorda do Chef Carlos Bernardo que têm como ingrediente indispensável uma erva muito comum, mas que não é por isso menos especial, os coentros.

Açorda Portuguesa (com bacalhau)

Ingredientes

  • 1l de água
  • 600g de bacalhau
  • 400g de pão alentejano
  • 4 dentes de alho
  • 2 ovos
  • azeite (sugerimos Carmim, claro!)
  • sal
  • vinagre
  • e claro, para aromatizar… uma mão cheia de coentros picados!

Preparação

Num almofariz, esmague bem o alho com o sal.
Pique os coentros e junte-os com a mistura anterior.
Regue tudo com um fio de azeite.
Entretanto, coza o bacalhau.
Corte o pão em fatias.
Assim que o bacalhau estiver cozido, retire e desfie.
Junte o pão com o preparado inicial e verta a água da cozedura.
Sirva com um ovo escalfado e claro, mais coentros, para dar aquele toque final!

Açorda de Camarão

Ingredientes

  • 1 pão alentejano
  • 600g de camarão
  • 3 dentes de alho
  • 1 ovo
  • 1 fio azeite (sugerimos Carmim)
  • coentros
  • sal e pimenta.

Preparação

 Corte o pão em pequenos pedaços e demolhe-os em água morna.
Prepare os camarões e coza-os em água salgada.
Aqueça um tacho com um fio de azeite e refogue o alho e os pedaços de pão.
Mexa até formar uma pasta, adicionando se necessário um pouco da água de cozedura do camarão.
Adicione os camarões, uma gema de ovo e polvilhe com coentros picados.
Sirva com um ovo escalfado e claro, mais coentros, para dar aquele toque final!

Sabia que?

Coentros

onossozmar açorda segredos do chef coentros

Digestivos e calmantes, combatem a fadiga, enxaquecas e são também são afrodisíacos!
Precisa de mais motivos para passar a incluir coentros nas suas refeições?

A planta do coentro acredita-se ser originária da bacia do Mediterrâneo onde os gregos e os romanos já lhe tinham descoberto o sabor, tanto em pratos como em bebidas.
Mais tarde, na Idade Média, foi a vez de o seu aroma ser enaltecido, pois era frequente ser cultivadas nos jardins dos mosteiros.
Actualmente a planta dos coentros, também conhecidas como salsa árabe ou chinesa, encontra-se espalhada cultivados um pouco por todo o mundo, graças aos seus múltiplos benefícios. Na cozinha indiana e árabe, são frequentemente utilizadas, tanto as sementes como as folhas. No entanto cá por Portugal, o mais comum é utilizarem-se as folhas na confecção de vários pratos, sendo mesmo um dos sabores mais característicos da nossa gastronomia.

 

Propriedades

Proteínas, sais minerais, vitamina B e niacina. As folhas são muito ricas em ferro e vitamina C.
Destaca-se ainda o facto de ter quatro vezes mais caroteno e três vezes mais cálcio do que a salsa.

 

Benefícios

Esta planta tem inúmeros benefícios, e toda ela pode ser utilizada, desde as sementes às folhas:

  • digestivas,
  • anti-sépticas,
  • calmantes,
  • afrodisíacas,
  • neutraliza o mau hálito do alho,
  • combate a fadiga e alguns tipos de enxaqueca.

 

Uma curiosidade: sabia que um ou dois grãos de coentros esmagados numa chávena de café concedem-lhe um excelente sabor.

 

Atenção: o consumo excessivo de coentros pode ter um efeito tóxico.

 

Créditos fotográficos: www.amodadoflavio.pt

Partilhar Artigo
Escrito Por

Licenciada em «Communication Arts» no New York Institute of Technology, Francesca de Mello Breyner trabalha junto da família no Zmar Eco Experience. Filha de Francisco de Mello Breyner, responsável pelo projecto Zmar, desde pequena que se habituou a um lifestyle "green", visto que sempre lhe foi incutido pelo pai a importância da reciclagem e a redução do desperdício. No Dept. de Marketing é actualmente responsável pelas Relações Públicas, Conceito e Comunicação do Eco Resort.

Sem comentários

FAÇA O SEU COMENTÁRIO