Descubra os melhores artigos acerca do lifestyle Zmar
HomeZmar#onossozmarEco Conde | A História do Zmar
 

Eco Conde | A História do Zmar

Como chegámos até aqui?

Era uma vez um Conde, visionário e decidido, que vivia num castelo de altas torres, rodeado de belos jardins onde o chilrear dos pássaros se ouvia em cada canto, enquanto abelhas trabalhadoras se ocupavam de espalhar o pólen pelos canteiros de cores intensas e aromas adocicados. Parecia o local perfeito. E era, mas era também único: fora das paredes do castelo lixo e entulho encontrava-se em cada esquina.

Certo dia, o Conde entediado de estar encerrado pelos muros do seu castelo e com uma “obsessão” pelo lixo que crescia a cada dia,  enquanto ouvia a 5ª sinfonia de Beethoven, mandou chamar os mais iluminados dos seus súbitos e declarou – “O exemplo não é a melhor forma de influenciar alguém: é a única”! Por isso quero que pensem num local para lá dos muros do castelo onde seja possível desfrutar da natureza de forma sustentável”.

O Conde tinha lançado a “primeira pedra”… arquitectos e engenheiros reuniram-se de imediato, discutiram pela noite dentro, iluminados por pequenas gambiarras que deixavam no ar um cheiro intenso a petróleo queimado. Entre riscos e rabiscos, ao amanhecer já tinham as primeiras ideias no papel. Mas o Conde era exigente, a sua sede de mais e mais era inesgotável… queria mais! Queria mais ecológico, queria mais sustentável, acreditava sem dúvida num mundo melhor! E as soluções não podiam ser a meio termo. Tinha que ser tudo ou nada! Os arquitectos e engenheiros não tinham mãos a medir, metros e metros de projectos criados, quilómetros de riscos desenhados…

O exemplo não é a melhor forma de influenciar alguém… é a única! – Francisco de Mello Breyner

O Conde a cada dia que passava mais impaciente ficava… Era uma visão muito real, ele próprio não podia ficar parado! Apetrecharam-se os cavalos, aconchegou-se a carruagem, e o Conde, acompanhado pela sua comitiva, seguiu em direcção a terras algarvias quando inesperadamente, entre a serra e o mar, deparou-se com um local único… um local de cortar a respiração! Os campos cobertos de um nevoeiro matinal, das folhas escorregavam gotas do orvalho que delicadamente tocavam a terra.

Era ali, era com certeza ali que iria crescer o mais belo e magnífico Eco Projecto do país, era ali que ia nascer uma nova forma de estar na Vida e no Mundo!

Partilhar Artigo
Escrito Por

Andreia Ribeiro, natural de Odemira, Sudoeste Alentejano é mãe de duas crianças. Criativa e sonhadora, apaixonada pelos animais, adora viver no campo em permanente contacto com a natureza! Estudou na Escola Superior de Coimbra e licenciou-se em Animação Socioeducativa. Grande parte do seu percurso profissional foi dedicado à educação e à acção social. Sempre disposta a aceitar novos desafios, trabalha actualmente no Zmar, no Departamento de Animação - projecto que abraça com grande entusiasmo. Nos seus tempos livres gosta de ler: os livros têm o poder de a levar para o fantástico mundo do imaginário... Escrever também é algo que lhe dá uma enorme satisfação. Optimista por natureza, gosta sempre de ver o copo meio cheio e acredita que o Ser Humano ainda vai a tempo de Salvar o Planeta!

Sem comentários

FAÇA O SEU COMENTÁRIO